A operação de resgate do corpo de Wicken Celestin foi concluída no fim da tarde de ontem (31). Ao todo, nove pessoas morreram na explosão na C.Vale.

Equipes do Corpo de Bombeiros conseguiram desobstruir a entrada de um túnel na tentativa de acessar a vítima; força-tarefa segue ininterruptamente.

Os Bombeiros atuam em duas frentes para acessar o local onde a última vítima do desastre estaria, mas ainda não há vestígios do trabalhador

Apesar da tragédia que chocou o país e matou oito trabalhadores, não houve paralisação das atividades na cooperativa.

A operação de resgate se concentra em um dos silos da cooperativa, que armazenava 10 toneladas de milho; trabalhador desaparecido é um haitiano de 44 anos.

Entre os trabalhadores que perderam a vida na tragédia em Palotina, sete são imigrantes haitianos; o sepultamento das vítimas está marcado para hoje.

A tragédia matou oito trabalhadores e feriu ao menos outros onze; equipes buscam o último desaparecido nos escombros.

Além de seguir a continuidade dos trabalhos, a comitiva irá prestar solidariedade aos moradores e familiares das vítimas.

Há cerca de 10 mil toneladas de grãos armazenados no local, e a retirada do produto é essencial para o resgate, segundo os Bombeiros.