Com cinco tropeços seguidos, o Alviverde volta a ser o último colocado da competição, com oito pontos a menos que o Bahia, primeiro time fora da ZR.

Com gritos de “fora estagiário” direcionados ao técnico interino Wesley Carvalho, Furacão reage com Vitor Roque e segue na 7ª colocação no Brasileiro.

Ainda como interino, Kosloski foi fundamental na remontada da equipe, que chegou a ficar quatro meses sem vencer, e no resgate da confiança pela manutenção na Série A.

Alviverde fez um bom jogo diante do líder do campeonato, mas perde o embalo de quatro jogos de invencibilidade e volta para Curitiba sem pontuar; veja os gols.

Com status de goleador, Edu chega para reforçar um dos setores mais carentes do Coritiba, que tem o pior ataque da Série A do Brasileiro, com apenas 11 gols.

O Furacão de Paulo Turra foi castigado pelo time carioca, líder do Campeonato Brasileiro, e pouco produziu no Maracanã.

Anderson teve atuação determinante no gol sofrido pelo Alviverde e a derrota no clássico Athletiba do último domingo.

O Furacão balançou as redes outras duas vezes, ainda no primeiro tempo, mas ambos os gols foram anulados pela arbitragem com o auxílio do VAR.

Com o resultado, o Alviverde sobe para a 16ª colocação, agora com 25 pontos; vitória também alivia parcialmente a pressão pelos lados do Alto da Glória.

O Alviverde amarga o marca de pior visitante do Brasileirão, com seis derrotas e dois empates em oito jogos longe do Alto da Glória.