preço da gasolina em Curitiba

O reajuste passou a valer semana passada, mas foi efetivamente sentido hoje pelos motoristas.

A expectativa do setor é que as distribuidoras de combustíveis façam o repasse de forma imediata aos postos; veja o novo preço da gasolina e do álcool.

A partir de hoje, a cobrança do ICMS passa a ser única no país, com base numa lei instituída em 2022 pelo então presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro da Economia, Paulo Guedes.

Ontem, antes mesmo do aumento nos combustíveis passar a vigorar, motoristas formaram filas em postos de Curitiba.

Reajuste de R$ 0,23 por litro de gasolina passa a valer a partir desta quarta-feira (25), conforme anuncio da Petrobras.

Presidente é favorável a apurar a conduta de dirigentes da empresa petrolífera, mesmo tendo sido ele mesmo o responsável por indicá-los ao cargo.

Há grande variação nos preços praticados nos postos; diante de um novo aumento nas bombas, a regra aos motoristas é pesquisar.

Os estados apontam risco de um prejuízo de R$ 115 bilhões na arrecadação diante do plano proposto por Bolsonaro em ano eleitoral.

No período de 12 meses, o litro do combustível no país passou de R$ 5,59, no dia 14 de março de 2021, para os atuais R$ 7,26. A elevação é de 29,8% em um ano

Liminar pede a suspensão imediata do reajuste anunciado: alta de 18,8% na gasolina, de 24,9% no diesel e de 16,1% no gás de cozinha vendidos às distribuidoras