Pedro Ribeiro

Nesta segunda-feira (1), pipocavam nas redes sociais que um grupo de empresários de Curitiba (provavelmente prejudicado pela Lava Jato) havia alugado o restaurante do Alemão, no Largo da Ordem, para um jantar a base de Marreco, alusivo ao apelido do senador Sergio Moro, que está sendo julgado pela justiça eleitoral do Paraná. O jantar teria sido cancelado após o voto do relator. Hoje, 3, começa novamente (14 horas) o julgamento do ex-juiz federal que poderá ter seu mandato cassado. Novamente nas redes sociais, um “café recheado com patê de marreco”. Não é apenas na esfera politica que Moro está desgastado, mas, também, na empresarial.

Ratinho Junior acerta apoio

de Bolsonaro para Curitiba

O governador Ratinho Junior esteve em Brasília para uma conversa reservada com o ex-presidente Jair Bolsonaro. Para obter o apoio do PL em Curitiba na eleição que tem, como candidato do Palácio Iguaçu, o jovem vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel. Ratinho teria oferecido a Bolsonaro o apoio ao candidato Paulo Martins ao Senado, em caso de cassação de Sergio Moro. Outra possibilidade seria oferecer a vice de Pimentel a Martins.

Michele não quer ser

Senadora pelo Paraná

Há uma corrente do PL que tenta fazer a esposa de Bolsonaro senadora na, também, possível vaga de Sergio Moro, caso seja cassado. A ex-primeira dama, que está em primeiro nas pesquisas à Presidência da República disse ao O Globo que não pretende ser candidata ao Senado. Quem também está novamente desembarcando em Curitiba é a deputada federal, Rosângela Moro, esposa do ex-juiz federal.

Cruzada do agro para

Caiado na Presidência

Quem está à frente de uma cruzada para eleger o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, à Presidente da República, é o ex-deputado federal Beka Lupion, ligado ao agronegócio. No Paraná, sua missão é tentar demover o governador Ratinho Junior da ideia de subir a rampa do Palácio do Planalto. Terá que falar, também, com o pai, Ratão.

Frente do Agro discute em

Londrina soluções ao setor

Na Expo Londrina, A Força Parlamentar do Agro (FPA), liderada pelo deputado federal, Pedro Lupion, terá um espaço especial na feira, onde se reunirá com agricultores rurais para apresentar soluções ao desenvolvimento da agropecuária. O vento tem o apoio do presidente do sistema Faep/Senar, Ágide Meneguette. Confirmados para o encontro: Arthur Lira, presidente da Câmara, Tereza Cristina, Pedro Lupion, Sergio de Souza e outros 20 políticos.

Apelo para uma maior

Fiscalização nas rodovias

Para o presidente da Fetranspar, coronel Sergio Malucelli, é preciso que o governo do Estado tenha consciência e amplie a fiscalização nas estradas paranaenses. Ele lamenta a falta de postos e policiais rodoviários nas rodovias, o que facilita o abuso de motoristas. “Não podemos deixar sem controle nossas estradas e permitir que, a cada dia, famílias percam suas vidas em acidentes”.

Perdemos o controle e

Os acidentes aumentam

O deputado Luiz Cláudio Romanelli também criticou a falta de fiscalização, de balanças para pesar tonelagens dos caminhões, além de radares que foram destruídos ao longo dos anos. “Não existem mais postos da Polícia Rodoviária e perdemos o controle sobre nossas estradas”, lamentou.