Polícia indicia motorista de ônibus que atingiu motociclista, em Londrina

O motociclista, de 29 anos, estava indo ao trabalho quando foi atingido pelo coletivo; ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Civil (PCPR) indiciou o motorista do ônibus envolvido em um grave acidente de trânsito em Londrina, no Norte do estado. O coletivo bateu contra um motociclista, que morreu.

Conforme a polícia, o motorista do ônibus do transporte público foi indiciado por homicídio culposo na condução de veículo automotor.

O acidente ocorreu na manhã do dia 22 de agosto, na Avenida Esperanto, zona Oeste da cidade. Roberto Ramos Ferreira da Silva, de 29 anos, estava indo para o trabalho quando foi atingido pelo coletivo.

Ele sofreu ferimentos na cabeça e no tórax e foi levado ao Hospital do Coração, mas não resistiu e morreu no mesmo dia.

Imagens de uma câmera de segurança de uma empresa nas proximidades do local registraram que o ônibus atinge a moto ao realizar uma conversão na via

Para a Polícia Civil, o motorista do coletivo fez a manobra sem tomar as devidas cautelas. As imagens mostram que a moto estava com os faróis ligados e seguia corretamente pela via.

O ônibus fazia a linha Cinco Conjuntos e estava com três passageiros. Nem o motorista ou os passageiros se feriram. 

À Polícia Civil, o motorista do ônibus disse que não viu o motociclista e, por isso, realizou a conversão. O delegado Edgar Soriani detalhou que o motorista responderá ao processo em liberdade. “Como a pena prevista para esse crime é pequena, não cabe prisão”, disse.

Com informações da Tarobá News.