Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Carnaval: movimento nas rodovias do Paraná se intensifica a partir de hoje

Mais de 1,6 milhão de veículos devem trafegar pela BR-376, entre o Estado e Santa Catarina.

O movimento nas rodovias do Paraná deve se intensificar nesta sexta-feira (9), com a proximidade do feriado prolongado de Carnaval. Nas BR-116, BR-376 e na BR-101/SC, entre o Estado e Santa Catarina, o tráfego de carros, ônibus e caminhões deve ultrapassar os 1,6 milhão de veículos.

A estimativa é da Arteris Litoral Sul, concessionária que administra esses trechos. O movimento durante o Carnaval deve aumentar 57% se comparado a dias normais.

O tráfego deve ser mais intenso entre 10h e 17h desta sexta-feira (9), na saída para o feriado. No sábado (10), o fluxo de veículos também deve se intensificar, entre 10h e 18h.

Saiba mais: Operação Carnaval nas rodovias federais do Paraná começa nesta sexta (9)

Já na BR-116, principal ligação entre Curitiba e São Paulo, mais de um milhão de veículos são aguardados nos cinco dias de Carnaval. O fluxo de veículos esperado no período na rodovia é 50% maior se comparado com os dias regulares.

O movimento na BR-116 começou a se intensificar na manhã de hoje, e deve seguir alto até as 22h. A concessionária Arteris Régis Bittencourt também prevê fluxo alto de veículos no sábado (10), entre 6h e 18h.

O movimento também deve se intensificar nas BR-277 e BR-376, tanto na ligação para as praias do Paraná quanto no sentido ao Interior do Estado.

Rodovias do Paraná: confira alguns pontos que exigem maior atenção dos motoristas

Alguns trechos de rodovias do Paraná exigem maior atenção dos motoristas no feriado prolongado de Carnaval.

No trecho da Serra do Mar da BR-376, por exemplo, o trânsito opera com sinalização para restrições. A concessionária que administra a rodovia entre o Paraná e Santa Catarina atua na região dos km 668 e 669, em Guaratuba.

Conforme a Arteris Litoral Sul, o fluxo de veículos segue em três faixas no sentido à Curitiba e em duas faixas no sentido à Santa Catarina.

Esse é o mesmo trecho onde um deslizamento de terra matou duas pessoas e soterrou vários veículos, no fim de 2022. Ao todo, 14 motoristas foram atingidos pela queda de barreira.

Em janeiro passado, a principal ligação entre o Paraná e Santa Catarina foi totalmente bloqueada de forma preventiva, após fortes chuvas atingirem a região da Serra do Mar.

A grande concentração de tráfego nas proximidades dos municípios também pode gerar a diminuição repentina de velocidade dos veículos, exigindo dos condutores uma distância segura para a prevenção de acidentes.