Ministério Público investiga suspeita de desaparecimento de corpos no IML de Curitiba

"Há suspeitas de que foram enterrados corpos de pessoas diferentes daquelas identificadas formalmente como falecidas”, informa o MP-PR

O Ministério Público do Paraná investiga a suspeita de desaparecimento de corpos do Instituto Médico Legal de Curitiba (IML). O órgão foi acionado pela Polícia Civil, que acompanha a situação por meio de um inquérito policial. Segundo o MPPR, o IML não teria instaurado procedimento interno para apurar os problemas e, por isso, um inquérito civil foi instaurado.

Segundo o MPPR, o inquérito policial investiga, além do possível desaparecimento de corpos do IML, erros no processo de sepultamento. “Há suspeitas de que foram enterrados corpos de pessoas diferentes daquelas identificadas formalmente como falecidas”, informa o órgão. O inquérito civil foi instaurado pela 4ª Promotoria de Justiça de Proteção ao Patrimônio Público de Curitiba.

SESP E PC NÃO SE POSICIONAM

A Polícia Civil confirmou a existência de investigação sobre o assunto, mas disse que não vai divulgar detalhes para “não atrapalhar as investigações”.

Procurada, a Secretaria de Segurança Pública (SESP) informou que “o caso informado trata de questão referente ao antigo IML de Curitiba” e que “determinadas práticas que ocorriam no antigo IML de Curitiba não existem mais nas Unidades da Polícia Científica, uma vez que atualmente os fluxos são determinados por rigorosas medidas de controle e procedimentos operacionais”.

A pasta não se posicionou sobre a falta de investigação interna no Instituto.