estrada da graciosa, bloqueios, obras, sinalização, der, departamento de estradas de rodagemDivulgação/DER

Empresa vai mapear pontos críticos da Estrada da Graciosa

Investimento do Governo será de R$ 2.640.334,14

Uma empresa de engenharia vai mapear os pontos críticos da Estrada da Graciosa, em Morretes, no litoral do Paraná. Os especialistas vão avaliar as encostas e taludes do entorno da PR-410. O investimento do Governo será de R$ 2.640.334,14, com prazo de execução de 150 dias.

Conforme o DER/PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná), o objetivo do mapeamento é identificar áreas de risco entre o km 6 e o km 16 da Estrada da Graciosa, e elaborar soluções para prevenir futuros escorregamentos de terra e rochas que possam atingir a pista.

Em contrato, foi definido que o mapeamento e perfilamento será feito a laser, utilizando veículo aéreo, avaliação das condições de drenagem, avaliação das condições geotécnicas e realização de sondagens, consolidação de estudos sobre o trecho e elaboração de um mapa de risco, e de projetos básicos de engenharia para os pontos críticos identificados.

Ao todo será avaliada uma área de 6,82 quilômetros quadrados da Estrada da Graciosa. Depois do estudo, o DER/PR vai analisar soluções para executar as obras necessárias.