Quinze das 25 atividades industriais pesquisadas apresentaram queda na produção na passagem de junho para julho deste ano.

No Paraná, a taxa de desocupação no segundo trimestre do ano se manteve em 4,9%, abaixo da média nacional, que ficou em 8%.

O número de desempregados no país, por sua vez, foi estimado em 8,6 milhões de pessoas no quarto trimestre de 2022.

O grupo abaixo da linha de pobreza disparou 22,7% em 2021; é como se a população inteira do Paraná (11,6 milhões) tivesse migrado para essa condição.

Economistas veem chance de a taxa de desocupação ficar próxima de 8% até dezembro no Brasil, em função das contratações temporárias em setores como o comércio.

Entre as atividades pesquisadas, três seguiram o resultado positivo do índice geral: outros serviços, serviços prestados às famílias e atividades turísticas.

O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos e, somados, representam 91,4% da estimativa da produção nacional.

Entre os jovens que já haviam iniciado a vida sexual, o percentual que relatou uso de camisinha na última relação caiu de 72,5% para 59%, segundo o IBGE.

Esta foi a quinta alta consecutiva do indicador; apesar disso, o ritmo de crescimento vem caindo desde janeiro.

A medida gera alívio para o IBGE, que é responsável pelo Censo e havia ingressado com recurso contra a liminar.