TSE multa Jair Bolsonaro por fake news sobre ‘kit gay’

Conforme o TSE, o então candidato à reeleição veiculou propaganda eleitoral irregular na internet e desinformação, além de ofensas por meio do site Lulaflix.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) multou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em R$ 20 mil por veiculação de desinformações, as chamadas fake news, nas Eleições de 2022, com o chamado “kit gay”

A decisão foi anunciada na sessão plenária desta terça-feira (8), após os ministros da Corte formarem maioria. Conforme o TSE, o então candidato à reeleição veiculou propaganda eleitoral irregular na internet e desinformação, além de ofensas por meio do site “Lulaflix” e do respectivo canal no YouTube.

Entre as postagens estava o conteúdo de nome “kit gay causa polêmica”, que citava uma inexistente distribuição dos kits durante governos petistas anteriores.

A representação foi ajuizada no TSE pela coligação do agora presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Além de Bolsonaro, o criador do canal no YouTube também foi multado.

O relator, ministro Floriano de Azevedo Marques, destacou que a multa é aplicável em razão da veiculação de fake news, e que apesar da remoção do conteúdo, após determinação do TSE, é possível inferir, por meio de capturas de telas constantes nos autos, que o vídeo alcançou 90.906 visualizações desde a estreia, em 17 de setembro de 2022, até a data do ajuizamento da ação, em 6 de outubro.