roubo de carga, operação vazada, vazada, grãos, paranaguá, prefeitura de paranaguá, porto de paranaguá, Divulgacao-Prefeitura de ParanaguáDivulgação/Prefeitura de Paranaguá

Roubo de carga é reduzido em 60% após Operação Vazada em Paranaguá

Os resultados foram alcançados após um ano e quatro meses de um esforço conjunto

A incidência do crime de roubo de carga caiu 60% em Paranaguá, no litoral do Paraná, após um esforço conjunto de autoridades municipais, estaduais e federais.

Os resultados foram alcançados após um ano e quatro meses da Operação Vazada, formada por Guarda Municipal, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal.

“Os objetivos positivos beneficiam a população e também muitos caminhoneiros que vêm para nossa cidade a trabalho“, disse o prefeito Marcelo Roque.

O roubo de carga é um crime com maior incidência em cidades portuárias, como Paranaguá, devido à circulação de caminhões em baixa velocidade no entorno dos terminais.

Na “vazada”, criminosos fazem aberturas nas bicas e tombadores dos caminhões para que os grãos caiam no chão. Depois, o material é varrido, ensacado e vendido.

Durante o ano passado, a operação recebeu o reforço dos integrantes da Força Nacional, que passaram a atuar em conjunto com outras autoridades.

Nesta sexta-feira (2), o assunto foi debatido na Prefeitura de Paranaguá, que projeta outras medidas para combater o roubo de carga, como ampliação de pontes, binários e iluminação.