torcida-coritIbaMascote do Coritiba com a torcida ao fundo. (Foto: Coritiba)

Com torcida proibida, Coritiba tem pior público da temporada

Pouco mais de oito mil pagantes estiveram no Couto Pereira

O Coritiba vem sentindo o efeito da proibição de membros e ex-membros, nominados, da torcida organizada, independente se estão com uniforme ou não. No empate em 2 a 2 com o Maringá, na quarta-feira (14), o Coxa teve o pior público até o momento no Couto Pereira durante o Campeonato Paranaense.

O público pagante contra o Maringá foi de 8.268 pagantes (9.726 presentes). Em comparação, a goleada sobre o Operário, último jogo antes da proibição, teve a presença de 16.066 pagantes (17.878 presentes).

A torcida do Coxa vem protestando dentro e fora do Couto Pereira para a liberação da torcida. Nas redes sociais, criaram a #liberdadeparatorcer.

No total, 1.775 torcedores estão impedidos de frequentar o Couto Pereira e os arredores do estádio. A lista foi entregue pela própria Império Alviverde para o Ministério Público do Paraná (MPPR) e o Batalhão de Polícia de Choque do Paraná. No entanto, a lista conta com membros ativos e inativos. Ou seja, pessoas que sequer fazem mais parte da torcida organizada coxa-branca também estão vetadas.

O motivo para a proibição é a briga de alguns membros da organizada do Alviverde durante a partida contra o Cruzeiro, em 11 de novembro, na Vila Capanema. A Demafe (Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos) identificou 25 torcedores, sendo 15 do Coxa e 10 da Raposa.

OS PÚBLICOS DO CORITIBA NA TEMPORADA

  • Coritiba 2×2 Maringá – 8.268 pagantes/9.726 presentes
  • Coritiba 3×1 Andraus – 10.118 pagantes/11.665 presentes
  • Coritiba 4×0 Operário – 16.066 pagantes/17.878 presentes
  • Coritiba 2×0 São Joseense – 8.983 pagantes/10.351 presentes
  • Coritiba 3×1 PSTC – 10.264 pagantes/11.799 presentes