yony-londono-athletico(Foto: José Tramontin/Athletico)

Auxiliar do Athletico explica rodagem de elenco e destaca chance para os jovens

Yury Londoño comandou o time na vitória de virada sobre o Londrina

O Athletico poupou os titulares, mas conquistou a virada por 2 a 1 sobre o Londrina. O resultado garantiu o Furacão de maneira antecipada para as quartas de final do Campeonato Paranaense.

Além dos jogadores, o técnico Juan Carlos Osório também não viajou para Londrina. O Rubro-Negro foi comandado pelo auxiliar Yury Londoño, que explicou a decisão de não relacionar os principais nomes.

“Em nosso rodízio, tratamos de identificar os jogadores que possam desempenhar determinadas tarefas em campo e também de fazer a rotação do elenco. Não está sendo fácil, partida após partida, com pouco tempo de recuperação. Mas estamos conseguindo, através do nosso comportamento e nossas ideias, não renunciar em nenhum momento ao controle do jogo”, explicou o assistente.

Os dois gols da vitória do Athletico foram marcados pelos atacantes Romeo Benítez e Petterson, reforços contratados para a temporada. Além das contratações, o time athleticano contou com jovens em campo, entre eles o zagueiro Lucas Belezi, o meia Dudu e o atacante Walace.

“Nós gostamos, porque temos que dar oportunidade aos jovens do elenco. Sabíamos que o rival era uma equipe muito atlética, mas sabemos do potencial dos nossos atletas e eles não decepcionaram. Entraram bem no momento em que tinham que entrar e desempenharam bem suas tarefas”, disse Londoño.

O Athletico jogou pela última vez longe de Curitiba na fase de classificação. O Rubro-Negro joga na Ligga Arena contra Operário e São Joseense, e disputa o clássico com o Coritiba no Couto Pereira.

AGENDA DO ATHLETICO

  • Operário – quinta-feira (15/02), às 19h, na Ligga Arena (Campeonato Paranaense)
  • Coritiba – domingo (18/02), às 18h30, no Couto Pereira (Campeonato Paranaense)
  • São Joseense – domingo (25/02), às 16h, na Ligga Arena (Campeonato Paranaense)