vacina covid calendário criança paranáJonathan Campos/AEN

Vacina da covid passa a integrar calendário da criança em 2024

A vacina Pfizer passa a ser obrigatória para crianças entre 6 meses e 4 anos.

A vacina contra covid-19 vai ser incorporada no Calendário Nacional de Vacinação a partir de janeiro de 2024, de acordo com decisão do Ministério da Saúde.

A medida foi tomada com base em evidências científicas mundiais e dados epidemiológicos de casos e óbitos pela doença no País. 

De acordo com o PNI (Programa Nacional de Imunização), a vacina Pfizer passa a ser obrigatória para crianças entre 6 meses e 4 anos.

O esquema vacinal será composto por três doses (D1, D2 e D3), sendo que entre a D1 e D2 a aplicação deve ocorrer com intervalo de quatro semanas, já entre a D2 e a D3 esse espaço deve ser de oito semanas.   

“A Sesa irá seguir a determinação do Ministério da Saúde e partir do próximo mês todas as crianças acima dos 6 meses devem receber as doses do imunizante. É valido reforçar que as vacinas são as responsáveis por evitar os casos mais graves e óbitos, sendo assim, é muito importante que todas as crianças nessa faixa etária, público muito mais suscetível as formas mais graves da doença, sejam contempladas com a vacina em todo o Paraná”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

As doses para a vacinação deste público já se encontram disponíveis nas 1.850 salas de vacinas das Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos 399 municípios do Paraná. Novas doses serão entregues pelo governo federal e disponibilizadas para as 22 Regionais de Saúde, e por sua vez, para os municípios.

VACINAÇÃO CONTRA A COVID NO PARANÁ

Até agora foram aplicadas 385.978 doses (entre D1, D2 e D3) em uma população estimada em 687.475 crianças no Paraná.

A cobertura vacinal de 1ª dose para o público de 6 meses a 2 anos de idade é de 21,72% e para a população de 3 a 4 anos é de 41,12%, abaixo da meta de 90% estipulada pelo Ministério da Saúde.

Nas crianças de 0 a 4 anos, o Paraná registrou 90.455 casos confirmados, que resultaram em 67 mortes.