Geral
Prefeitura apreende 32 galos de rinha em Curitiba
(Foto: José Fernando Ogura/SMCS)

Prefeitura apreende 32 galos de rinha em Curitiba

Os animais tiveram esporas amputadas e bicos cortados para se tornarem mais agressivos

Brenda Iung - quinta-feira, 27 de junho de 2024 - 16:51

Uma operação conjunta realizada nesta quinta-feira (27) resultou na apreensão de 32 galos utilizados em rinhas na Rua Doutor João Fleury da Rocha, bairro Sítio Cercado, em Curitiba. A ação foi coordenada pela Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba, a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) e a Patrulha de Proteção Animal (PPA).

rinha-de-galos-em-curitiba-prefeitura-apreende
(Foto: José Fernando Ogura/SMCS)

A operação foi desencadeada após uma denúncia anônima via Central 156, que incluía fotos das gaiolas e viveiros onde os galos e algumas galinhas eram mantidos. No momento da ação, não havia ninguém na residência. A Polícia Civil está à procura do responsável pela criação dos galos para rinhas em Curitiba.

“Viemos ao local e confirmamos a denúncia de criação de galos para rinhas. Encontramos um ringue para treinamentos e criação de galos para lutas”, afirmou Sueli Sasaoka, chefe da Rede de Proteção Animal.

Os galos e galinhas resgatados receberam identificação por microchip e serão encaminhados para adoção responsável por pessoas com chácaras ou fazendas. Quatro dos galos necessitam de cuidados especiais devido aos ferimentos e permanecerão sob os cuidados da Rede de Proteção Animal.

A exploração de galos em rinhas configura maus-tratos a animais, crime previsto em lei

Segundo o delegado da DPMA, Guilherme Luiz Dias, o responsável pela criação dos galos para rinhas em Curitiba será detido e autuado. “Esses animais eram submetidos a maus-tratos, incluindo privação de espaço, escuridão constante, amputação de esporas e cerramento dos bicos para inserção de peças de metal, tornando-os mais agressivos para as lutas”, explicou o delegado.

rinha-de-galos-em-curitiba-prefeitura-apreende
(Foto: José Fernando Ogura/SMCS)

Nos fundos da residência foram encontradas gaiolas suficientes para acomodar mais de 100 galos.

“A Rede de Proteção Animal defende os animais do município, enquanto a Polícia Civil atua na responsabilidade criminal dos infratores. Essa parceria é crucial para o sucesso das operações”, acrescentou Guilherme Luiz Dias.

rinha-de-galos-em-curitiba-prefeitura-apreende
(Foto: José Fernando Ogura/SMCS)

Além da detenção, o responsável pelos galos será multado em R$ 64 mil, conforme a lei municipal 16.038 de 2022, que combate os maus-tratos de animais.

Materiais apreendidos

Durante a operação, também foram apreendidos materiais utilizados nos treinamentos dos galos, como proteções de couro para bicos e esporas, seringas para aplicação de anabolizantes e medicamentos.

*Com assessoria.

Compartilhe