Rodovias
Caminhoneiro é preso após adulterar placas para não pagar pedágio, no Paraná
Foto: Divulgação/PRF

Caminhoneiro é preso após adulterar placas para não pagar pedágio, no Paraná

O flagrante ocorreu na BR-116; os policiais também encontraram comprimidos de “rebite” com o motorista.

Rafael Nascimento - quarta-feira, 19 de junho de 2024 - 11:48

Um caminhoneiro foi preso após ser flagrado com placas adulteradas em uma carreta na BR-116, em Rio Negro, na região Sul do Paraná, nesta terça-feira (18). Ele confessou à polícia que modificou a identificação do veículo para não pagar a tarifa do pedágio.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, as placas foram adulteradas com fita branca. No cavalo-trator, o caractere alfabético “I” foi modificado para se parecer com um “L”. Já o caractere numérico “0” virou um “8”.

No reboque, a placa também foi adulterada: a letra “J” foi transformada em “U” e o número “3” mudou para “8”.

A concessionária Arteris Planalto Sul, responsável pelo trecho, informou aos policiais que a carreta havia fugido da praça de pedágio sem pagar a tarifa.

Após ser abordado, o caminhoneiro, de 44 anos, confessou que adulterou a placa para não pagar o pedágio. Ele foi multado por conduzir veículo com a placa violada e fugir da da cobrança pelo uso da rodovia. Juntas, as multas totalizaram R$ 488,70.

Os policiais também encontraram na cabine oito comprimidos de “rebite”, anfetamina usada para o motorista dirigir longas horas sem dormir. A carreta também estava com o licenciamento vencido, mangueiras de freio isoladas e sem aparelho cronotacógrafo.

O caminhoneiro foi levado até a Delegacia de Polícia Civil de Rio Negro.

Compartilhe