Os crimes geralmente ocorriam no Litoral, em caminhões que seguiam ao Porto de Paranaguá.