A medida se faz necessária diante do aumento expressivo de atendimentos de casos respiratórios na Capital, além da nova subvariante da ômicron, a BQ.1.

Segundo a multinacional farmacêutica, a nova vacina promete maior proteção frente à Ômicron, variante responsável pelo maior número de óbitos no país.

Nova cepa faz parte da linhagem da ômicron e conta com um conjunto de mutações até então nunca visto; subvariante está sendo monitorada pela OMS.

Os cientistas veem um cenário bastante positivo no país, com uma queda de 36% nos novos casos e de 41% nos óbitos pela doença.

O Instituto Butantan informou que encontrou uma pessoa infectada com a subvariante denominada XE, que mistura duas modalidades da Ômicron.

Ainda segundo o ministro da Saúde, a pasta monitora a pressão sobre o sistema de saúde e a ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI).

Até o momento, a BA-2 parece ser mais transmissível do que a BA.1 e mais capaz de infectar pessoas vacinadas, mostrou um estudo dinamarquês.

O deputado Michele Caputo gravou um vídeo nesta segunda-feira (31) para alertar a população paranaense sobre a importância da vacinação contra a Covid-19.