A instabilidade predomina sobre o Estado e deve trazer novos eventos de chuva forte.

Em Curitiba, os termômetros beiravam os 23º C já no início da manhã.

Equipes da Copel atuam para restabelecer o fornecimento de energia elétrica em diversos municípios.

O Rio Negro, que dá nome a cidade no Sul paranaense, subiu 2,25 m nas últimas 24 horas.

As condições são favoráveis para tempestades ao longo do dia, inclusive com granizo.

A instabilidade segue elevada sobre todo o Paraná nesta terça-feira (17) e não há perspectiva de baixa do nível desses rios num curto prazo.

O acompanhamento meteorológico indica que áreas de instabilidade devem se formar a partir desta segunda-feira (16), com risco de novos temporais e chuvas fortes.

O Simepar e a Defesa Civil Estadual emitiram alertas para temporais neste feriado; pode chover forte a qualquer hora do dia na Capital.

A chuvarada, que trouxe transtornos à população e causou estragos em diversas cidades, é aguardada em grande volume a qualquer hora do dia.

Até o próximo sábado (7), o acumulado de chuvas pode chegar a 240 mm em algumas cidades paranaenses, aponta o Simepar.