Municipal
Curitiba é a capital mais igualitária do país; afirma Instituto Cidades Sustentáveis
(Foto: Sandra Lima)

Curitiba é a capital mais igualitária do país; afirma Instituto Cidades Sustentáveis

O destaque foi para o programa Rede de Proteção Social, referência para todo o país

Brenda Iung - segunda-feira, 24 de junho de 2024 - 17:07

Curitiba foi reconhecida como a capital mais igualitária do Brasil. O título foi dado pelo Instituto Cidades Sustentáveis, que divulgou o Mapa da Desigualdade entre as capitais. A premiação destacou as ações de combate à pobreza e inclusão social, com destaque aos programas da Fundação de Ação Social (FAS).

Rede de Proteção Social: o que faz de Curitiba a capital mais igualitária do Brasil

A FAS oferece serviços que vão desde a proteção básica até o atendimento de direitos violados — abrangendo crianças, adolescentes, adultos e idosos. Entre os serviços estão: a inclusão no Cadastro Único, a distribuição de alimentos, roupas e móveis, e o fortalecimento de vínculos familiares.

A atenção à população em situação de rua é uma prioridade. Recentemente, a FAS inaugurou o Hotel Social Eilat, para travestis e mulheres trans, e a FAS SOS, um centro intersetorial que oferece assistência social, saúde e serviços de política sobre drogas. Desde janeiro, a unidade realizou mais de 33 mil atendimentos e 65 pessoas conseguiram emprego.

Desde 2019, o programa Mesa Solidária distribuiu mais de 1,3 milhão de refeições gratuitas para pessoas em risco social. Além disso, mais de 1,3 mil pessoas são atendidas diariamente em hotéis sociais, Centros POP e outros espaços de acolhimento.

Além disso, programas como o Aprendiz, Mobiliza e Liceu de Ofícios, que completou 30 anos, oferecem qualificação profissional e já entregaram 1 milhão de certificados.

*Com assessoria.

Compartilhe