caged, indústria, solda, emprego, mercado de trabalho, londrina, prefeitura de londrinaArquivo/Emerson Dias/NCom

Construção Civil e Serviços impulsionam contratações em Londrina

A segunda maior cidade do Paraná encerrou 2023 com 6,7 mil novos postos de trabalho

Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) apontam que Londrina, no norte do Paraná, encerrou 2023 com um saldo de 6.728 postos de trabalho.

Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), foram 101.365 admissões e 94.637 desligamentos. Os números foram divulgados nesta terça-feira (30).

Dois setores se destacaram no bom desempenho da segunda maior cidade do Paraná. O setor de Serviços cresceu 6,98% e o setor de Construção Civil, 6,53%.

“Londrina tem se destacado pela união entre o setor produtivo, a sociedade civil organizada, a população e o poder público”, disse o prefeito Marcelo Belinati (PP).

Segundo o Caged, durante o ano de 2023, todos os setores, com exceção da agropecuária, apresentaram crescimento no mercado de trabalho formal.