Foto: Divulgação

Receita Federal intensifica fiscalização na fronteira com a Argentina

A ação coordenada pelo órgão ocorrerá na aduana da Ponte Internacional Tancredo Neves, que liga os dois países.

A Receita Federal vai intensificar a fiscalização na fronteira do Brasil com a Argentina a partir desta segunda-feira (6). A ação coordenada pelo órgão ocorrerá na aduana da Ponte Internacional Tancredo Neves, que liga os países vizinhos por meio dos municípios de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú.

Conforme a Receita, o objetivo da operação é fortalecer a prevenção aos crimes de contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Além de agentes da Receita Federal, a fiscalização intensificada na Ponte da Fraternidade conta com o apoio de outros órgãos de segurança, como o Exército, a Marinha, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, o Ibama, a Polícia Militar, além ainda da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu e o Batalhão de Policiamento de Fronteira da PM.

“A atuação das equipes se dará de forma ininterrupta no prédio da Aduana da Ponte Tancredo Neves e em uma barreira fixa instalada entre o prédio da Aduana e a cabeceira da Ponte Tancredo Neves, além de equipes volantes que atuarão na região. As operações acontecerão de forma integrada para que a fiscalização chegue a toda a faixa fronteiriça”, afirma a Receita.

A força-tarefa começa hoje e não há data prevista para o término dos trabalhos, ainda conforme o órgão fiscalizatório.