Ensino
UEL é a universidade mais sustentável do Paraná, revela ranking Internacional
(Foto: SETI)

UEL é a universidade mais sustentável do Paraná, revela ranking Internacional

O Times Higher Education também reconheceu a atuação sustentável de outras universidades estaduais

Brenda Iung - sexta-feira, 21 de junho de 2024 - 17:33

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) foi reconhecida como a instituição de ensino superior mais sustentável do Paraná em 2024, segundo o ranking internacional da Times Higher Education (THE). No Sul do Brasil, a UEL ocupa a segunda posição e, nacionalmente, a quinta, se destacando em várias ações baseadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

A UEL foi reconhecida no ODS 15, que trata do uso consciente dos recursos naturais, alcançando o primeiro lugar no Brasil. Em outros objetivos, como saúde e bem-estar (ODS 3) e energia limpa e renovável (ODS 7), a universidade conquistou o segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Na classificação geral, a UEL subiu cinco posições, agora em quinto lugar no Brasil, comparado ao décimo no ano anterior. A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) subiu para a 28ª posição, enquanto a Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) estreou em 53º.

Para promover a sustentabilidade, a UEL lançou um portal com mais de 125 ações de pesquisa, ensino e extensão. Iniciativas incluem a recuperação da vegetação nativa e visitas guiadas ao orquidário do Centro de Ciências Agrárias.

Segundo o secretário estadual Aldo Nelson Bona, as universidades estão formando líderes conscientes para enfrentar desafios ambientais. “Ao desenvolver e apoiar iniciativas sustentáveis, as universidades estão preparando uma nova geração de líderes e profissionais conscientes, capazes de propor soluções para os desafios ambientais, impulsionando o crescimento econômico com a preservação dos recursos naturais”, relata.

Para a reitora Marta Favaro, o impacto social da UEL vai além da formação profissional: “demonstra o impacto das ações de ensino, pesquisa, extensão na sociedade, que vai além da formação de profissionais e se estende para a formação humana, na busca por um mundo mais justo, contribuindo para a transformação social, econômica e política”, destaca.

Universidades estaduais se destacam no ranking

Mais universidades do Paraná também foram reconhecidas no ranking que avalia a sustentabilidade.

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) se destacou nos ODS 6, 13 e 14, enquanto a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) obtiveram as melhores notas no ODS 2.

Já a Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), classificada pela primeira vez, se destacou pelo critério ODS 4, reafirmando seu compromisso com o fortalecimento do ensino.

*Com assessoria de imprensa.

Compartilhe