Divulgação/Casa dos Sentidos

Casa dos Sentidos: Curitiba recebe 2ª edição de projeto

Projeto traduz em expressões artísticas sentimentos de crianças com autismo

Em março, Curitiba recebe a 2ª edição da Casa dos Sentidos. O projeto traduz em expressões artísticas sentimentos e vivências de crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Dessa maneira, a arte promove inclusão, aceitação e conhecimento.

A ideia da casa é simbolizar um lugar seguro e receptivo, além de um espaço de acolhimento e afeto. A imersão no projeto engloba uma vivência sensorial, em ambientes desenvolvidos por artistas, arquitetos e designers. “Cada um vê o mundo à sua maneira e as pessoas com TEA enxergam e interpretam a realidade de uma forma ainda mais individual. A proposta é oferecer uma experiência inédita que fala sobre inclusão social por meio da arte. Tudo de forma sensorial e lúdica”, conta a curadora do projeto, Giuzy de Luca.

A diretora da produtora responsável pela instalação, Carolina Montenegro, conta que uma pesquisa foi feita, a partir de vivências com crianças e adolescentes autistas, para criar a 2ª edição da Casa dos Sentidos. “O projeto é estruturado em uma casa, que representa um lugar comum para todos e todas as intervenções que os ambientes podem nos trazer por meio de impressões e sensações. O resultado foi validado por institutos de pesquisas internacionais e especialistas na área.”

Conforme Carolina, a equipe continua desenvolvendo estudos, paralelamente ao projeto artístico, que serão levados à Universidade de San Diego (EUA) como embasamento técnico.

Divulgação/Casa dos Sentidos

‘Caixa cérebro’ na 2ª edição da Casa dos Sentidos

Cada ambiente traz um olhar diferente sobre as sensações do olhar da criança autista no mundo. O conceito da casa para criar os cenários artísticos simboliza um lugar seguro e receptivo. “É o espaço do acolhimento e do afeto e, assim sendo, pode continuar essencialmente simples. A Casa dos Sentidos tem essa medida exata, toda alicerçada na arte para provocar diversas sensações a cada cômodo”, explica Carolina.

Uma novidade desta edição é o ‘cérebro’, espaço com dados de pesquisa e referências sobre o diagnóstico autista. O ambiente é a ‘porta de entrada’ para que as pessoas compreendam parte do universo de forma lúdico-didática, mesclando dados científicos e brincadeiras. “Como mais uma parte desse conjunto e projeto, a arte é o elo de ligação no campo expressivo que aproxima os sentidos e a inclusão”, comenta a pesquisadora Jocian Machado Bueno.

Com entrada gratuita, a passagem da Casa dos Sentidos por Curitiba será entre os dias 29 de março e 21 de abril, no piso L4 do Shopping Mueller. É possível garantir o ingresso e a visita guiada pela plataforma Sympla (clique aqui).