Geral
Apae de Irati demite funcionário que denunciou agressão na instituição
Foto: Reprodução

Apae de Irati demite funcionário que denunciou agressão na instituição

O funcionário trabalhava na instituição há quase 30 anos, e relatou a agressão para a família da aluna.

Rafael Nascimento - quinta-feira, 13 de junho de 2024 - 08:55

A Apae de Irati, na região Central do Estado, demitiu um funcionário que denunciou uma agressão ocorreu dentro da instituição. O caso, envolvendo uma aluna com Síndrome de Down, ocorreu no dia 15 de maio.

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que a professora Cleonice Aparecida Alessi Glinski puxa o cabelo da adolescente e a empurra para dentro da sala de aula. A estudante, de 19 anos, também tem diagnóstico para Transtorno do Espectro Autista (TEA) e não se comunica por palavras.

Vídeo: Reprodução

O funcionário que trabalhava na instituição há quase 30 anos, relatou a agressão para a família da aluna, oito dias depois do fato. Ele foi demitido na segunda-feira (10) e não teve a identidade divulgada.

Em nota, a Apae de Irati informou que a reformulação no quadro de colaboradores, com desligamentos ou manutenção de pessoas que não tenham sido indiciadas criminalmente, trata-se de uma prerrogativa administrativa da equipe diretiva, a qual não irá se manifestar publicamente sobre o assunto.

A professora envolvida na agressão também teve o contrato com a instituição encerrado.

A Polícia Civil informou que o homem não é investigado e contribuiu com as investigações. O inquérito policial, concluído no início do mês, resultou no indiciamento da professora pelos crimes de maus-tratos e violência arbitrária.

A polícia ainda apura a conduta da instituição, direção e demais funcionários.

Com informações da BandNews Curitiba.

Compartilhe