Esportes
Coritiba se manifesta sobre riscos em estruturas do Couto Pereira
(Foto: Geraldo Bubniak/AGB)

Coritiba se manifesta sobre riscos em estruturas do Couto Pereira

Licenças, alvarás e laudos necessários para o funcionamento do estádio estão aprovados

Pedro Melo - sexta-feira, 14 de junho de 2024 - 15:24

O Coritiba se posicionou sobre um laudo disponível na Federação Paranaense de Futebol (FPF) que aponta problemas em partes do Couto Pereira. Os setores são a marquise da social e a laje das arquibancadas no nível do terceiro anel.

Segundo o Coritiba, o Couto Pereira “dispõe de todas as licenças, alvarás e laudos necessários (inclusive complementares) para sua adequada operação e garantia de segurança do público. Todos estão em dia e em pleno vigor nos termos da legislação aplicável à matéria”.

No site da FPF, todos os laudos do Couto Pereira estão aprovados, mas com restrições. Feita pela empresa Barão Engenharia, a vistoria de engenharia ocorreu em 27/12/2023 e tem validade até 27/11/2025.

As recomendações são demolição total das lajes e vigas transversais de apoio da marquise. E devem ser mantidas apenas as vigas longitudinais pertencentes aos pórticos principais de apoio da cobertura para fixação de peças estruturais leves, como elementos metálicos ou membranas.

No terceiro anel, “o principal risco à vida e saúde dos ocupantes da estrutura se dá pelo fato de que há queda livre em caso de colapso. O laudo também “constata pontos de desplacamento pontual e respectivas recuperações, que tem sido tratados conforme demanda”.

MEDIDAS PARA MELHORAR NÍVEL DE SEGURANÇA E CONFORTO

Ainda no laudo, o pedido é para que o Coritiba “se mantenha atento a este problema, realizando ensaios periódicos para identificar fragilidades nestas peças estruturais (de preferência até dois dias antes da realização de partidas)”. E “caso identificada possibilidade de ruptura, deve-se isolar totalmente a área para impedir acesso de pessoas e realizar a manutenção corretiva o mais breve possível”.

O clube garantiu que adota medidas para melhorar o nível de segurança e conforto dos torcedores. Além disso, informou que “está em fase de execução o projeto de limpeza geral do Couto Pereira para que, em ato contínuo, seja realizada a etapa de pintura global”.

LEIA A NOTA DO CORITIBA NA ÍNTEGRA

O Coritiba esclarece que o Estádio Couto Pereira dispõe de todas as licenças, alvarás e laudos necessários (inclusive complementares) para sua adequada operação e garantia de segurança do público. Todos estão em dia e em pleno vigor nos termos da legislação aplicável à matéria.

O Clube possui ainda Laudos de Estabilidade Estrutural e de Engenharia atestando a segura utilização do equipamento. Vale ressaltar que, recentemente e de forma espontânea, foi contratado estudo independente junto à empresa especializada, cujo laudo emitido atesta a segurança estrutural do estádio.

Independente disto, o Coritiba já está adotando medidas complementares, visando elevar o nível de segurança e de conforto ao público durante a realização das partidas.

Por fim, está em fase de execução o projeto de limpeza geral do Couto Pereira para que, em ato contínuo, seja realizada a etapa de pintura global.

Compartilhe