Cianorte x Coritiba Leandro DamiãoFoto: Gabriel Thá/Coritiba

Coritiba goleia o Cianorte e coloca um pé na semi do Paranaense; veja os gols

Estreante do dia e novo camisa 9, Leandro Damião encaminhou a goleada alviverde, de letra.

O Coritiba goleou o Cianorte por 4 a 0, na tarde deste domingo (3), encaminhou a classificação à semifinal do Campeonato Paranaense. A partida de ida das quartas de final foi disputada no Estádio Albino Turbay, em Cianorte, no Noroeste do Estado, embaixo de sol forte.

Em que se pese a fragilidade do Leão do Vale, o Alviverde soube aproveitar as oportunidades que criou e praticamente colocou um pé na próxima fase do Estadual.

Estreante do dia e novo camisa 9, Leandro Damião abriu o placar, de letra. Robson, artilheiro isolado do campeonato, agora com onze gols, guardou mais dois gols. Matheus Frizzo também anotou o dele. VEJA OS GOLS ABAIXO!

Com o resultado, o Coxa pode perder por até três gols de diferença no jogo de volta das quartas de final que mesmo assim avança à semifinal. O Leão do Vale terá que vencer por cinco ou mais gols para se classificar. Os times voltam a se enfrentar no próximo sábado (9), às 16h, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Sol, Leandro Damião e Robson brilham forte em Cianorte

Embaixo de sol forte e muito calor – os termômetros indicavam 34º C no início da partida, e sensação ainda maior no gramado do Albino Turbay -, o jogo começou muito truncado, e em ritmo cadenciado.

O Coritiba buscava explorar os lados do campo em suas investidas. Na primeira delas, Figueiredo acionou Leandro Damião, mas o estreante do dia não alcançou a bola.

Bem postado, o Leão do Vale cedia poucos espaços e chances ao setor de criação alviverde, especialmente pela meia cancha.

O gol do Coxa sairia aos 24 do primeiro tempo: Natanael ganhou da marcação pela direita e serviu Leandro Damião. Confirmando a expectativa, logo em seu primeiro toque na bola o camisa 9, de letra, tocou às redes: 1 a 0.

Em vantagem no marcador, o Coritiba seguiu melhor no jogo após a pausa para hidratação. Matheus Frizzo, em arremate de fora da área, por muito pouco não ampliou o placar. Figueiredo, aos 37, tirou tinta do travessão do goleiro Tiepo.

Nos acréscimos, já aos 47, Robson, artilheiro do Verdão na temporada, mostrou oportunismo após cobrança de escanteio e fez seu 10º gol no Paranaense: 2 a 0.

O goleiro Pedro Morisco só não foi ao vestiário com o uniforme limpo em função do calor. As únicas investidas do Cianorte na primeira etapa ocorreram em chutes de longa distância.

Quem não faz, leva? Leva!

O Coritiba quase chegou ao terceiro gol logo no início do segundo tempo. O jovem Lucas Ronier recebeu passe de calcanhar de Leandro Damião e finalizou no canto alto direito de Tiepo. O goleiro fez grande defesa, e a bola ainda tocou na trave.

Raul Mendes, na altura da marca da cal, teve a chance de recolocar o Cianorte no jogo, mas jogou a bola pra fora do Albino Turbay.

No lance seguinte, o Coxa chegou ao terceiro gol: Matheus Frizzo tabelou com Robson e bateu firme, sem chance de defesa: 3 a 0.

O técnico Zé Roberto, do Leão do Vale, mexeu em atacado na equipe da casa, mas as mudanças pouco surtiram efeito. Guto Ferreira também rodou o time, já com o placar consolidado.

Mesmo diante do forte calor, o Coxa não puxou o freio de mão na reta final do jogo. Robson, sempre ele, decretou a goleada alviverde: depois de arremate de Lucas Ronier, que entrou bem na partida, o goleiro Tiepo se atrapalhou com a bola e o artilheiro liquidou a fatura: 4 a 0.