Empresas inadimplentesMarcelo Camargo/Agência Brasil

Em fevereiro, busca por crédito das empresas cresceu 1,0%

Crescimento ficou com os segmentos de 'serviços' e 'comércio'

Em fevereiro, a busca das companhias por crédito registrou crescimento de 1,0% em comparação com o mesmo período do mês passado, puxado principalmente pelos “grandes” negócios. Na visão por setores, houve queda nas categorias “Demais”, que engloba companhias do segmento “Primário”, “Financeiro” e “Terceiro Setor” (-1,5) e “Indústria (-1,4%).

O crescimento ficou com os segmentos de “Serviços” (1,4%) e “Comércio” (1,1%). Os dados são do Indicador de Demanda das Empresas por Crédito da Serasa Experian. Dois estados do Norte lideraram o ranking das UFs em que a demanda das empresas por crédito registrou alta em fevereiro: Amapá (29,6%) e Rondônia (28,6%).

Locais com as quedas mais acentuadas foram Maranhão (-4,9%), Distrito Federal (-7,1%), Amazonas (-7,9%) e Ceará (12,8%). O Paraná aparece na 14ª posição, com 0,6% da procura das empresas por crédito.

“O crescimento gradativo pode ser uma resposta das empresas à queda das taxas de juros no país, que possibilitam aos empresários cogitarem buscar recursos financeiros para pagamento de dívidas ou investimento em seus negócios”, avalia o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Para chegar nesse resultado, o indicador é construído a partir de uma amostra significativa de CPFs, consultados mensalmente na base de dados da Serasa. A quantidade de documentos é transformada em número índice. O indicador é segmentado por região geográfica e por classe de rendimento mensal.