Economia
Dia dos Namorados: empresários paranaenses preveem faturamento significativo
(Foto: cottonbro studio/Pexels)

Dia dos Namorados: empresários paranaenses preveem faturamento significativo

Mesmo com desafios econômicos, a Abrasel vê com otimismo os resultados para a data

Brenda Iung - quarta-feira, 12 de junho de 2024 - 18:30

Os empresários dos setores de bares e restaurantes do Paraná estão otimistas com os possíveis resultados do Dia dos Namorados. Ainda que o contexto econômico pareça desafiador, impulsionado pela inflação e as taxas de dívidas dos paranaenses, a expectativa é que esse 12 de junho traga um novo fôlego para os empresários.

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) revela que 73% dos empresários do setor, no Paraná, acreditam que, neste ano, o Dia dos Namorados pode oferecer desempenho superior aos registrados em 2023 e 2022. A expectativa é, de acordo com a Abrasel, de que haja um crescimento de 30% no faturamento em relação ao de 2023.

Se confirmado, pode ajudar no cenário atual dos bares e restaurantes do Paraná: 35% estão com dívidas atrasadas, revela a Abrasel. Além disso, 40% não conseguiram aumentar os preços nos últimos 12 meses e, entre aqueles que conseguiram, 51% o fizeram abaixo da inflação — o que dificulta a resolução do problema mencionado anteriormente.

Fernando Menucci, presidente da Abrasel no Paraná, ressalta a importância do Dia dos Namorados para o setor no estado: “a exemplo do restante do Brasil, a grande maioria dos empresários entrevistados pela Abrasel acreditam no sucesso do faturamento no próximo Dia dos Namorados, que vai cair em uma quarta-feira, um diferencial diante dos últimos anos, quando a data coincidiu com finais de semana. Um movimento extra no meio da semana será muito bem-vindo e comemorado”, celebra Menucci. 

O empresário Rafael Vetter, sócio do Miltes Bar, já nota os efeitos positivos para a data: “já tínhamos 25% das reservas preenchidas uma semana antes do Dia dos Namorados. Criamos um cardápio exclusivo para a data, com um preço de R$ 300 por casal, sendo necessários 50% de pagamento na reserva”.

Outros empresários apostam em estratégias para fisgar o público com valores mais acessíveis. É o caso de Luiz Breda, sócio fundador do Grupo Bávaro, que incluiu no menu um combo de R$ 119,00, ideal para casais. “Queremos proporcionar uma experiência romântica sem pesar no bolso dos clientes. Acreditamos que essa acessibilidade será um diferencial importante para atrair mais público e aumentar nosso faturamento”, destaca Breda.

*Com assessoria

Compartilhe