Pedro Ribeiro
(Foto: Vinícius Eduardo/Divulgação Operário)

 

 

Entre as promessas do governador Ratinho Junior estão investimentos de R$ 40 bilhões e geração de 500 mil empregos em três anos. Ao que tudo indica, o governador está longe de atingir estas metas, a começar pelos empregos que não passaram de 70 mil em 2019 e os investimentos também não chegaram ao R$ 15 bilhões, incluindo os R$ 9 bilhões investidos pela Klabin.

Ratinho Junior também disse que faria uma grande transformação no litoral paranaense e o que vimos, até agora, foi a obra de um trapiche na Ilha do Mel. O próprio governador afirmou que faria do litoral paranaense uma nova Miami. Bem, quem está na frente neste grande projeto é Camboriu, enquanto no Paraná, em Guaratuba, por exemplo, não se consegue construir um prédio de oito andares.

Aliás, o governo não consegue nem aparar pequenas árvores da restinga para dar mais visibilidade ao mar e até impedir a prática de crimes. O meio ambiente não deixou e o governo teve que recuar.

Os maiores entrave para se construir uma unidade habitacional no litoral paranaense estão no meio ambiente e no Colit. Passam anos, passam governos, e as promessas continuam. Agora, que a Assembleia Legislativa liberou o executivo a contratar R$ 1,6 bilhão de empréstimos, pode ser que saia alguma coisa para o litoral. Porém, só para o próximo verão. Isto se os prefeitos de outras regiões não passarem, literalmente, a mão nesta bolada.